Seguidores

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Por Que Orar?



Oi,
  Sou a Ceguinha Clarice Mascena


    Sei que as coisas jamais acontecem como a gente deseja. Mas sei também que a maioria
das pessoas continuam a lutar, a correr atrás daquilo que querem.

    

  Todos nós gostaríamos de ter boa sorte na vida, uma casa confortável e bonita, viver
um grande amor, ser admirado, amado e querido, ter uma saúde excelente e que nossos entes
queridos também fossem felizes e saudáveis pois, a felicidade daqueles a quem amamos é tão
ou até mesmo mais importante que a nossa.



      É óbvio que nem eu e nem ninguém tem a chave para uma vida feliz e repleta de satisfação.
Ninguém sabe os números da megasena e nem como conquistar o grande amor de nossa vida.



    Mas acho que, como nascemos com aquele imbatível espírito de luta, estamos sempre a
procura de algo que possa tornar nossas vidas um pouco melhores.



    É certo que nem sempre as coisas dão certo para todos. Se assim fosse, todos seguiriam
os mesmos conselhos e os mesmo caminhos.

  

Infelizmente, as religiões são extremamente preconceituosas e racistas e ninguém desenha um anjo negro!

   Todavia, há, a nossa disposição, alguns paliativos como preces, orações, meios de
estar em contato com forças superiores que, se não podem nos auxiliar diretamente,
colocando em nossas mãos aquilo que mais desejamos, podem, ao menos, nos tornar mais
fortes e capazes para ir em busca daquilo que queremos.


 

Ou, quem sabe, no céu, todos sejam nórdicos!



    Dessa forma, estou reunindo aqui, nesse outro Blog da Ceguinha, alguns salmos, preces
rezas e orações que, espero, possam ajudar a todos nós.

  


  Algumas dessas orações deram certo comigo. Não sei se foram pequenos milagres, se
foram coincidências, se foram por pura sorte. Mas o Salmo 91, o Salmo 121, a oração do
Anjo da Guarda, a oração as Santas Almas Benditas, (todas elas para proteção contra os perigos da
vida) e a oração a Santa Felicidade,
funcionaram comigo.

  

  Espero que você também consiga o que quer!
                   



 Abreijos






Que muitas bênçãos caiam sobre nós, negros ou brancos. pobres ou ricos, gordos ou magros, feios ou bonitos!  Afinal, quem de nós não precisa de saúde, sorte, proteçãoe amor?